Código: 124

Ateísmo e revolta

Bookmark and Share

Referência: 85-98325-26-0


De R$ 48,00
Por:
R$ 39,36
Economize  R$ 8,64

ou 3x sem Tarifa de R$ 13,12
 
Simulador de Frete
- Calcular frete

 

Um estudo sobre um padre ateu e comunista
Paulo Jones Piva desvenda a filosofia de Jean Meslier
 
 

 

Movido por um saudável e apaixonado “gosto de aventura e pioneirismo”, este estudo de Paulo Jonas de Lima Piva sobre o padre Jean Meslier (1664-1729) procura apresentar ao leitor brasileiro um pensador que, marginalizado e desconhecido por muitos, seria um importante precursor de algumas das principais linhas de força do Iluminismo Francês.

 

 

Interessado em reencontrar as autênticas origens do conceito de ateísmo e em depurá-lo de mal-entendidos, Piva mostra que, embora pouco sistemática, a filosofia de Meslier é profunda e coerente: desenvolve uma consistente relação entre materialismo e ateísmo, ao mesmo tempo em que faz uma crítica racional da religião (ideal iluminista por excelência) e ainda uma virulenta denúncia de suas espúrias relações com a política. E dessa “razão revoltada”, julga Piva, emerge um “ateísmo humanista”, compatível até mesmo com certos princípios cristãos e defensor intransigente dos valores da liberdade e igualdade, o que tornaria Meslier, surpreendentemente, precursor também do comunismo - o “primeiro ateu e comunista que o mundo conheceu”.

 

 

A julgar pela análise de Piva, a filosofia de Meslier, já madura quando surgem Voltaire e Montesquieu e disponível à geração de Rousseau e Diderot, parece dever ser considerada como a mais coerente e radical versão desse ponto de honra iluminista que é a recuperação de uma racionalidade desprovida de comprometimentos religiosos e metafísicos. Eis por que essa filosofia se constitui em capítulo indispensável da história do ateísmo e de suas relações com o materialismo. Eis por que também, julga Piva, é preciso dar a esse padre ateu a devida “cidadania filosófica”.

 

Sobre o autor: Paulo Jonas de Lima Piva é doutor em filosofia pela Universidade de São Paulo e autor de O ateu virtuoso: materialismo e moral em Diderot (Discurso Editorial/Fapesp, 2003). Foi pesquisador do “Groupe de recherches sur l’histoire du matérialisme”, Université de Paris I, Sorbonne, entre 2003 e 2004 e atualmente é professor da Universidade de São Judas Tadeu.

ISBN: 85-98325-26-0

Deixe seu comentário e sua avaliação


Características