Código: 2

Mortes Vitorianas

Bookmark and Share

Referência: 978-85-7939-033-3


Por:
R$ 44,00

ou 3x sem Tarifa de R$ 14,67
 
Simulador de Frete
- Calcular frete

 Corpus, luto e vestuário

As atitudes e os comportamentos diante da morte mudaram de acordo com as diferentes épocas e as diferentes sociedades. De maneira geral, em todas elas, diversas práticas rituais acompanham o evento, preenchendo-o de carga simbólica. Uma vez que o conceito de morte é também histórico – transformando-se no decorrer do espaço-tempo e refletindo variadas visões de mundo em eras passadas – foi possível começar a produzir sua historiografia, ou seja, registros sobre a maneira como os grupos humanos vivenciam a morte. Neste livro, a pesquisadora Juliana Schmitt analisa a morte e suas representações sociais no século XIX.

A morte é inabordável. E, por isso mesmo, ela suscita as mais profundas interrogações. A prova disso está na insistência com que se investiga o mistério da finitude, seja na filosofia ou nas ciências humanas, nas artes ou na literatura. Empresa vã já que se trata decididamente de um enigma insolúvel, ao qual só acedemos pelas bordas externas sem qualquer chance de conhecer o outro lado. Todavia, cada tentativa de abordar a morte traz consigo uma intenção oculta, primordial, implicando um sentido cuja amplitude muitas vezes nos escapa. Assim, o tema morte é um assunto recorrente nas obras de vários artistas, escritores e pensadores. Freud, por exemplo, ao analisar o imaginário que gira em torno do horror da castração, sem dúvida uma das mais potentes metáforas da finitude, vê nessas fantasias algo mais além do puro intento de representação do sinistro. Uma vez representado, o pavor da castração ganha forma, se convertendo em uma espécie de atenuante do terror primitivo suscitado pela homogeneidade absoluta da morte.

Mortes Vitorianas possui um especial relevo nos estudos históricos produzidos nas últimas décadas sobre esse assunto que tanto intriga a humanidade. O leitor poderá desfrutar e enfrentar o enigma de Thanatos, procurando desvendar as inesgotáveis vias que constituem o empenho humano de abordar o inabordável.

Sobre o autor: Juliana Schmitt possui graduação em História pela Universidade Estadual de Londrina e mestrado em Moda, Cultura e Arte pelo Centro Universitário Senac. Atualmente é doutoranda do programa de História Social da Universidade de São Paulo.

 

ISBN: 978-85-7939-033-3

Deixe seu comentário e sua avaliação


Características