Código: 468

MODERNIDADE E TRADIÇÃO NA LITERATURA BRASILEIRA

Bookmark and Share

Referência: 978-85-7751-03


Por:
R$ 54,00

ou 3x sem Tarifa de R$ 18,00
 
Simulador de Frete
- Calcular frete

Este é um livro exemplar no seu projeto e resultados. Fruto maduro de colaboração entre programas de pós-graduação da Universidade de São Paulo e Universidade Federal do Ceará, com patrocínio do CNPq, do governo federal.

É uma reunião de ensaios voltados para a retomada e discussão de aspecto central da cultura letrada do país: a tensa e problemática relação entre o nacional e o regional, e também nos pólos do localismo e do cosmopolitismo. O Brasil no Brasil e no mundo.

Pensando essas complexas questões no âmbito dos avanços analíticos e teóricos consolidados, mais recentes, (dos últimos 30/40 anos, aproximadamente), os ensaios alcançam novo patamar e operam sínteses em que o conjunto brilha nas diversas ressonâncias e na relevância.

Sendo um livro focado na análise e interpretação literárias, de obras, autores, correntes artísticas, cordel, transitando da literatura dita culta para a literatura escrita tida como popular, seus ensaios, não obstante, firmam-se na tradição do debate vigoroso entre literatura e sociedade. Aí entram a literatura brasileira do cânone, com suas múltiplas faces, mais as manifestações populares e o Brasil enquanto sociedade também múltipla, com suas enormes diferenças internas, em processo de modernização contraditória, desde o século XIX até os dias atuais.

O desenvolvimento capitalista desigual e combinado, excelente conceito histórico-sociológico, é pesquisado e analisado naquilo que revela o país em si e em sua inserção internacional e também no que é estruturante nas obras artísticas, eruditas ou populares, desde que olhos solertes saibam ver dialeticamente.

Ao mesmo tempo esses ensaios, cada um em sua peculiaridade e originalidade, escritos com rigor, ostentam excelente legibilidade, pois seus objetos de análise não são emparedados por exposições teóricas prévias. Bem ao contrário. A teoria comparece assimilada à análise e os resultados interpretativos são sustentados por essa prática democrática de pensamento e escrita.

O leitor terá, assim, oportunidade para um diálogo fecundo sobre esses temas, envolvendo-se num debate atualizado no qual se renovam pontos de vista sobre as questões envolvidas. Os ensaios, não pretendendo nem contendo verdades supostamente definitivas, funcionam, sobretudo, como estímulos, provocações e motivações para o enriquecimento do trabalho intelectual de pesquisa e interpretação da literatura brasileira e seu contexto social.

Valentim Facioli

Deixe seu comentário e sua avaliação


Características