Código: 378

Planos para o império

Bookmark and Share

Referência: 9788573931194


Por:
R$ 66,00

ou 3x sem Tarifa de R$ 22,00
 
Simulador de Frete
- Calcular frete

Planos para o império

Os planos de viação do Segundo Reinado (1869-1889)

Como as elites brasileiras liam o território nacional no século XIX? Como viam a nação a construir, já que propunham banhar os bárbaros do sertão com as águas civilizadoras do Atlântico? Quais problemas que identificavam como sendo os mais urgentes do ponto de vista estratégico, comercial ou político para o Estado? Quais as dissensões políticas entre os engenheiros passíveis de serem percebidas nas soluções técnicas apresentadas por eles? Como o discurso técnico em torno das vias de comunicação a construir ganha importância política nas últimas duas décadas do Segundo Reinado?

Este livro procura responder essas questões. O pesquisador Manoel Fernandes, numa ambiciosa investigação que une história e geografia, volta-se ao passado para entender a construção da malha viária do Brasil. O livro mostra como a manutenção da integridade territorial  e, também, de uma perspectiva de expansão das fronteiras – colocou-se como sendo a mais emergencial das tarefas das elites políticas brasileiras do Império.

Não se herdava da colônia, afinal, apenas um território em vias de fragmentação, mas uma sociedade estruturada sobre o trabalho compulsório dos escravizados, vastos fundos territoriais em disputa na região do rio da Prata e um Estado por construir sobre as ruínas da antiga condição de colônia. É claro que se herdava também os acordos comerciais com a Inglaterra, as dívidas portuguesas em libras e uma série de instituições erigidas à moda francesa. As condições estavam dadas e, neste estudo aprofundado, Manoel Fernandes nos mostra como essas condições determinaram os problemas viários que enfrentamos nos dias de hoje.

 

Sobre o autor: Manoel Fernandes de Sousa Neto, professor do Departamento de Geografia da USP é docente da área de teoria e método, tendo já publicado pela Editora Bagagem o livro

Planos para o império

Os planos de viação do Segundo Reinado (1869-1889)

 

Como as elites brasileiras liam o território nacional no século XIX? Como viam a nação a construir, já que propunham banhar os bárbaros do sertão com as águas civilizadoras do Atlântico? Quais problemas que identificavam como sendo os mais urgentes do ponto de vista estratégico, comercial ou político para o Estado? Quais as dissensões políticas entre os engenheiros passíveis de serem percebidas nas soluções técnicas apresentadas por eles? Como o discurso técnico em torno das vias de comunicação a construir ganha importância política nas últimas duas décadas do Segundo Reinado?

Este livro procura responder essas questões. O pesquisador Manoel Fernandes, numa ambiciosa investigação que une história e geografia, volta-se ao passado para entender a construção da malha viária do Brasil. O livro mostra como a manutenção da integridade territorial  e, também, de uma perspectiva de expansão das fronteiras – colocou-se como sendo a mais emergencial das tarefas das elites políticas brasileiras do Império.

Não se herdava da colônia, afinal, apenas um território em vias de fragmentação, mas uma sociedade estruturada sobre o trabalho compulsório dos escravizados, vastos fundos territoriais em disputa na região do rio da Prata e um Estado por construir sobre as ruínas da antiga condição de colônia. É claro que se herdava também os acordos comerciais com a Inglaterra, as dívidas portuguesas em libras e uma série de instituições erigidas à moda francesa. As condições estavam dadas e, neste estudo aprofundado, Manoel Fernandes nos mostra como essas condições determinaram os problemas viários que enfrentamos nos dias de hoje.

 

Sobre o autor: Manoel Fernandes de Sousa Neto, professor do Departamento de Geografia da USP é docente da área de teoria e método, tendo já publicado pela Editora Bagagem o livro Aula de Geografia e Algumas Crônicas

Deixe seu comentário e sua avaliação


Características