Código: 482

Um Modernismo que veio Depois

Bookmark and Share


Por:
R$ 74,00

ou 3x sem Tarifa de R$ 24,67
 
Simulador de Frete
- Calcular frete

No livro Um modernismo que veio depois se pode encontrar textos sobre a arte no Brasil, publicados originalmente em catálogos, revistas e capítulos de livros. Produzidos entre 1995 e 2008, os textos são organizados segundo a cronologia “oficial” da história da arte no Brasil, partindo de reflexões sobre o modernismo da geração de 1992 até alcançar as obras de artistas atuantes já na segunda metade do século XX. A proposta central do livro é justamente colocar em evidência essa sequência cronológica, que para certa historiografia, coincide com uma trajetória que iria do “figurativo” ao “abstrato”.

Desenvolvida a partir de um artigo de Mario de Andrade sobre Portinari, a idade de que o modernismo surge “depois” das vanguardas históricas – espécie de eixo condutor do livro – vai se sedimentando e desdobrando ao longo dos textos.

Um desses desdobramentos é a observação da capacidade que alguns artistas locais têm de conciliar em suas obras, posturas estéticas tidas como contrárias ou mesmo antagônicas. Encarar esse problema consiste, sobretudo, no reconhecimento da complexidade dos debates estéticos no país, patente nas discussões sobre a questão do “retorno á ordem” e sobre o conceito de arte “abstratizante”. Evitando esquematismo e utilizando-se de linguagem clara, os textos fogem à aridez, mas não ao rigor da pesquisa acadêmica, e configuram mais uma importante contribuição de Tadeu Chiarelli para o estudo da história da arte no Brasil no século XX.

Deixe seu comentário e sua avaliação


Características