Omissão um tanto forçada, de Rodrigo Pezzonia

Omissão um tanto forçada, de Rodrigo Pezzonia

Marca: Alameda Editorial Modelo: 2021 Referência: 978-65-5966-041-4

  • Páginas: 300 páginas
  • Medida: Altura: 01cm, Largura: 14cm, Comprimento: 21cm
  • Peso: 500 gramas

Por:
R$ 58,00

R$ 55,10 à vista com desconto Pix - Yapay
ou 3x de R$ 20,11 com juros
Simulador de Frete
- Calcular frete

Exílio e retorno em Gilberto Gil, Caetano Veloso e Chico Buarque

Omissão um tanto forçada oferece aos leitores uma análise sobre a experiência de exílio de três grandes artistas brasileiros: Chico Buarque, Caetano Veloso e Gilberto Gil. Eles viveram temporadas forçadas no exterior após a edição do Ato Institucional n. 5 (AI-5), de dezembro de 1968. Chico em Roma, Gil e Caetano em Londres. 

Com sensibilidade e talento, o autor Rodrigo Pezzonia responde a algumas questões polêmicas: haveria um “exílio brasileiro”, especificamente? As passagens de Gil, Caetano e Chico no exterior após a edição do AI-5 podem ser qualificadas como exílio? Por quê? Como se deu a particularidade dessa experiência (e do retorno ao Brasil), em cada um dos três casos? Em que medida podem ser comparados a outros exilados, inclusive artistas? Qual foi a influência do exílio em suas obras?

Em busca da resposta a essas e outras indagações, o autor recorre a diversas fontes, desde a produção fonográfica no período, passando por entrevistas e matérias na imprensa, até arquivos dos órgãos de informação da ditadura, especialmente aquele ligado à diplomacia do Itamaraty, o Centro de Informações do Exterior (CIEX), cujos documentos ainda foram pouco usados pelos pesquisadores. Esse é um aspecto que indiretamente o livro ajuda a destacar: o papel do Ministério das Relações Exteriores em atividades de informação e repressão no tempo da ditadura.

Em suma, trata-se de contribuição indispensável para compreender o exílio de Chico, Gil e Caetano e o contexto sócio-político em que se inseriu, e ainda como ele aparece no interior de suas obras. 

Marcelo Ridenti
 

Sobre o autor: Rodrigo Pezzonia é Doutor em História Social (USP-2017) e dedicou-se à pesquisa de Pós-Doutorado junto ao Departamento de Ciências Sociais da UNICAMP, que resultou neste trabalho. É autor do livro Guarda um cravo para mim: os exilados brasileiros em Portugal (Alameda Editorial, 2019).

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Páginas: 300 páginas
  • Medida: Altura: 01cm, Largura: 14cm, Comprimento: 21cm
  • Peso: 500 gramas

Confira os produtos