OSSIAN, de Thiago Rhys Bezerra Cass

OSSIAN, de Thiago Rhys Bezerra Cass

Marca: Nankin Editorial Modelo: 2020 Referência: 978-65-88875-00-1


De R$ 72,00
Por:
R$ 57,60
Economize  R$ 14,40

ou 3x de R$ 19,97 com juros
Simulador de Frete
- Calcular frete

Entre a epopeia e o romance

No século de ascensão do romance britânico, gênero que passaria a ocupar o centro do debate literário e se tornaria parte do cotidiano do público leitor, parece extemporâneo o surgimento de um ciclo de poemas épicos que não só causariam sensação mas teriam ainda grande impacto na cena cultural setecentista e oitocentista. Desde sua publicação, entre 1760 e 1763, os Poemas de Ossian constituíram um problema crítico. Atribuídos a um velho bardo celta do século III d.C. e supostamente traduzidos pelo escocês James Macpherson,

esses poemas suscitaram controvérsias envolvendo sua origem, autenticidade e questões de autoria, ao mesmo tempo que, com o recurso ao primitivismo, representavam uma resposta às grandes mudanças que se operavam na Escócia sobretudo a partir da segunda metade do século XVIII. Conjunção entre relato épico e tom lírico, os poemas ossiânicos
cantaram a saga dos habitantes das Terras Altas (Highlands), dando a ver seus modos de vida, valores, costumes e organização, a vida e narrando os feitos do guerreiro escocês Fingal.
Essa é a matéria de Ossian: entre a epopeia e o romance, o percuciente mergulho de Thiago Rhys Bezerra Cass nos poemas Fingal e Temora – “epopeias fraturadas” – e seus impasses formais, nos quais o autor encontra um correlato com a instabilidade genérica que igualmente caracterizou o romance em seu momento de formação. Se pareceria infundada, ou mesmo improvável, uma aproximação entre gêneros tão distintos, o estudo vai encontrar no romance setecentista.

Sobre o autor: Thiago Rhys Bezerra Cass é professor do Departamento de Letras Anglo-Germânicas da Universidade Federal do Rio de Janeiro e do Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos e Literários em Inglês da Universidade de São Paulo. Membro do International Association for the Study of Scottish Literatures e da Associação Brasileira de Estudos do Século XVIII. 

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Confira os produtos