Código: 410

PERIPÉCIAS DE MINHA INFÂNCIA

Bookmark and Share

Referência: 978-85-7751-06


Por:
R$ 39,00

ou 3x sem Tarifa de R$ 13,00
 
Simulador de Frete
- Calcular frete

PERIPÉCIAS PERIFÉRICAS Estas Peripécias de minha infância são uma bela história das vivências e experiências, destinada ao público infanto-juvenil, especialmente aquele que se agrada com a leitura de movimentadas aventuras. Não são, contudo, aventuras dos monstros televisivos tão em moda hoje em dia.

O jovem leitor pode acompanhar os movimentos e traquinagens de um menino, nascido na periferia do bairro de Itaquera, na cidade de São Paulo, na verdade, num pequeno pedaço periférico de Itaquera, que se chama Cidade Líder. E tudo se passa em poucas ruas desse lugar.

Esse menino, que se chama Artur Alves de Freitas, pode ter sido ou não o próprio Sacolinha, agora adulto tornou-se empresário fabricante de brinquedos a fim de se manter criança, porque adora crianças e tem com elas uma afinidade afetiva e carinhosa.

As aventuras narradas segundo o olhar infantil revelam as situações próprias de crianças pobres, brincantes e criativas, para as quais nenhuma pobreza impede sua inventividade, utilizando todas as brincadeiras disponíveis para um grupo de meninos. O esconde-esconde, as árvores frutíferas dos vizinhos, o pouco agrado da escola, as variadas relações de gozação entre eles.

Artur deixou de viver com a mãe e o padrasto severos para morar com a avó e os tios, tolerantes e compreensivos, conseguindo assim ser feliz com poucos bens modernos e muita magia proporcionada mais pelas brincadeiras e relações de amizade com os outros meninos. Ao final, Artur manifesta sua nostalgia da infância que se foi e das mudanças, melhores ou piores, que o tempo e a modernização trivial promovem na Cidade Líder. Há algo de sombrio nessas mudanças, que o olhar do menino não consegue compreender muito bem.

O livro é magnificamente ilustrado pelo Betto (Roberto de Lima Dorta), constituindo as ilustrações um acréscimo indispensável para o prazer de ler. Por sua vez, a linguagem faz uma mistura de norma culta e língua falada, recriada com cuidado, sempre oferecendo, ao mesmo tempo, algo como documento de fala infanto-juvenil e contraste com a norma culta, a revelar distância e também eficácia de comunicação. É para o leitor desse livro divertir-se e pensar.

Valentim Facioli

Deixe seu comentário e sua avaliação


Características