Código: 388

Dez provas da existência de Deus & Dez provas da inexistência de Deus

Bookmark and Share

Modelo: Plínio Junqueira Smith Referência: 9788579391378


Por:
R$ 84,00

ou 3x sem Tarifa de R$ 28,00
 
Simulador de Frete
- Calcular frete

A Alameda Casa Editorial acaba de lançar uma caixa inovadora, que contém dois livros de filosofia essenciais para se compreender a existência humana. São eles: “Dez provas da existência de Deus”, e “Dez provas da inexistência de Deus”. Os livros recuperam textos clássicos sobre a existência ou não de Deus, com novas traduções e introduções teóricas de filósofos renomados.

 

Dez provas da existência de Deus

Deus existe?

Todos nós, em algum momento da vida, nos deparamos com esta pergunta, uma questão que toca o que há de mais sensível na própria existência humana, que é seu sentido e sua autonomia. Uma dúvida que coloca o homem diante de um “problema” sublime, para o qual até mesmo a negação exige profunda reflexão. Deus existe?

A preocupação que acompanha a humanidade desde a sua pré-história tornou-se, a partir da Grécia Antiga, uma inquietação que levou os filósofos a refletirem de forma dedicada. Provar a existência de Deus passou a ser, então, uma tarefa da razão, que buscou em argumentos sólidos essa resposta tão difícil e, ao mesmo tempo, tão desejada.

Este livro reúne as mais importantes e influentes provas da existência de Deus escritas por filósofos no Ocidente, provas que certamente provocarão a imaginação e a razão de todos os leitores, mesmo daqueles que não creem em Deus.

 

Dez provas da inexistência de Deus

E se Deus não existir?

O ateísmo sempre foi uma corrente filosófica importante e uma opção legítima. O exercício da razão crítica mostraria que não há conciliação possível entre fé e razão, apesar dos esforços de filósofos e teólogos...

Os termos “ateu”, “ateísta” e “ateísmo” foram empregados de forma imprecisa e indiscriminada no decorrer da história, ocasionando assim inúmeras ambigüidades e lamentáveis equívocos, além de interpretações comprometedoras do conceito. Sócrates, por exemplo, foi acusado de ser ateu por ter questionado a representação de divindade vigente em sua Atenas. Entretanto, Sócrates acreditava numa divindade, ou melhor, possuía uma representação do divino, só que divergente da figura do divino da religião oficial. A história da humanidade é a da busca por divindades que legitimem a existência do homem.

Este livro traz textos clássicos da história do pensamento ocidental com reflexões a respeito da dificuldade, se não impossibilidade, de se ter uma certeza racional da existência de Deus. O desafio lançado pelo ateísmo ainda nos confronta nos dias atuais.

Deixe seu comentário e sua avaliação


Características