Justiça do Trabalho

Justiça do Trabalho
Beatriz Bulla, Fabiana Barreto Nunes, Mariana Ghirello e William Maia

Preço: R$ 40,00 (p. 262)
ISBN: 978-85-7939-114-9
Formato: 14 x 21- Brochura- 0,325 kg

Compre online na loja Alameda Editorial
Compre online na Livraria Última Instância


No dia 1º de maio de 1941, por meio do Decreto nº 6596 e em cumprimento ao Decreto 1237/39, foi oficialmente instalada no Brasil a Justiça do Trabalho, sendo o órgão competente, por excelência,
para julgar e dirimir questões e lides trabalhistas. Suas estruturas, organização e objetivos, tal qual concebidos em 1939 e implantados em 1941, guardavam muitas semelhanças com as Juntas Mistas de Conciliação e Juntas de Conciliação e Julgamento, existentes desde 1932, vinculadas ao Poder Executivo e subordinadas ao Ministério do Trabalho e Emprego.

A criação e institucionalização da Justiça do Trabalho, portanto, não ocorreu por meio de um ato único e isolado. Ao contrário, foi resultado natural de um processo evolutivo da sociedade brasileira, que teve como fatores preponderantes abolição do trabalho escravo, a normatização das novas relações de trabalho criadas com o desenvolvimento industrial e agrícola, as regulamentações trabalhistas e o ideal democrático que o país viveu após o fim da República Velha, em 1930.

Este livro aborda a história da Justiça do Trabalho de maneira inédita. Pensado, pesquisado e escrito por jornalistas especializados na área jurídica, a equipe do site Última Instância aliou-se ao escritório trabalhista Rodrigues Jr. para formar uma visão ampla da esfera da justiça que ficou conhecida como “Justiça Social do Brasil”.

Dos primórdios da história da Justiça do Trabalho à nova realidade vivenciada no processo trabalhista nos dias de hoje, o livro registra a trajetória, os percalços e as conquistas de uma ideia que deu certo e que foi fundamental para a modernização do país e das relações entre patrões e trabalhadores.

Sobre o autores: Beatriz Bulla é jornalista e estuda Direito na PUC-SP. Foi repórter no Última Instância e participou do curso de jornalismo do Estado de S. Paulo.
Fabiana Barreto Nunes é jornalista e repórter do site Última Instância.
Mariana Ghirello é jornalista e repórter do site Última Instância.Também atuou na revista eletrônica Consultor Jurídico.
William Maia é jornalista e, atualmente, editor do site Opera Mundi. Foi repórter e editor do site Última Instância.

COMENTÁRIOS