Tecnologia, violência, memória

Tecnologia, violência, memória

  • Medida: Altura: 01cm, Largura: 16cm, Comprimento: 23cm
  • Páginas: 304 páginas

Por:
R$ 86,00

R$ 81,70 à vista com desconto Pix - Vindi
ou 3x de R$ 29,82 com juros MasterCard - Vindi
Simulador de Frete
- Calcular frete

TECNOLOGIA, VIOLÊNCIA, MEMÓRIA: diagnósticos críticos da cultura contemporânea 

Org. por Luiz A. Calmon Nabuco Lastória, Mateu Cabot, Antônio Álvaro Zuin

A questão de fundo que permeia este conjunto de ensaios poderia enunciar-se assim: de que modo as tecnologias de última geração impactam a nossa experiência - cotidiana e/ou especializada - individual e social?

Desde que no primeiro quartel do século XXI a tecnologia já havia despontado como onipresente e necessária, talvez tenha chegado o momento de nos determos criticamente - e, não poderia ser de outra maneira - sobre o nosso presente ao indagarmos como foi possível que chegássemos até aqui e a que preço. Porque, e este é o motivo central de formularmos a questão, o preço a ser pago é, em alguns casos, demasiado oneroso. Aliado a isso, acreditamos ser pertinente formulá-la tendo em vista a urgência de rasgarmos definitivamente o véu que recobre a tecnologia como mero domínio das forças naturais, como coisa óbvia, trivial.

Devemos ter em conta que, nos dias atuais, um vasto leque de sintomas carentes de uma interpretação condizente recobre a nossa cultura; sintomas que reverberam o fato de que, talvez, o domínio da natureza tenha alcançado já o seu esgotamento, tanto em relação à natureza externa, como à interna. Portanto, o convite à reflexão sobre a tecnologia de um ponto de vista crítico é, tam-bém, o convite à reflexão sobre uma pletora de fenômenos sintomáticos por intermédio dos quais essa mesma natureza se manifesta envolta nos atos e pensamentos materializados em nossa vida cotidiana.

Com o mesmo propósito que outrora conduziu ao diagnóstico de Adorno acerca da sobrevivência do fascismo latente em meio ao tecido social nos países desenvolvidos, e com isso, a urgente necessidade de "laborar o passado" visando prevenir a sua repetição, Tecnologia, Violência, Memória almeja participar da atualização do pensamento crítico na cultura digital do presente.

Ante a avassaladora pressão dessubjetivadora presente em cada contato com os meios tecnológicos, formular e analisar reflexiva e criticamente os modos pelos quais a memória e o esquecimento constituem apenas o primeiro passo, porém um passo necessário. Esperamos que o presente volume cumpra o seu objetivo, e, desse modo, contribua para o avanço de uma urgente reflexão que se impõe ao pensamento contemporâneo em termos humanistas e civilizacionais. (Organizadores)

.........................................

Sobre os organizadores:

Luiz A. Calmon Nabuco Lastória é psicólogo formado pela Universidade Metodista de Piracicaba, mestre em Psicologia Social pela PUC-SP e doutor em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pela USP. Desde 2009, é também professor assistente doutor do Departamento de Psicologia da Educação da Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara. Publicou obras como Psicologia sem Ética? Uma reflexão histórica e filosófica da psicologia. Piracicaba: Editora Unimep, 2004. Ensaio de Teoria Crica, Ética e Psicaná-lise: a formação do sujeito contemporâneo em questão. São Paulo: Nankin Editorial, 2017.

Mateu Cabot é doutor em filosofia pela Universitat de les Illes Balears. Professor titular de filosofia da Universitat de les Illes Balears, Palma de Maiorca. Algumas se suas publicações recentes são: "Adorno apropiándose de Freud: la crítica del concepto de «inconsciente» en la tesis de 1927" (Daimon, 2018); "Carácter semiformativo de los medios audiovisuales.
Las investigaciones empíricas de Theodor W. Adorno sobre la televisión" (Pensamento,2016); "El ' descubrimiento moderno de la oralidad' y los medios audiovisuales" (Remate de Males, 2015); "Abschied von der Schule? Von der alphabetisierenden Schulezur diffusen Audio-Visualität" in: Gruschka, A./ Lastória, L.A.C.N. (Hrsg.), Zur Lageder Bildung. Opladen: Barbara Budrich, 201
5. 

Antônio Álvaro Zunin é doutor em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Professor da Universidade Federal de São Carlos (UFS-Car) e Coordenador do Grupo de Pesquisa: Teoria Crítica e Educación (CNPq). Publicou as seguintes obras: Kyriacou, Chris & Zuin, Antônio A. S. (2015) "Cyberbullying of teachers by students on YouTube: challenging the image of teacher authority in the digital age. Research Papers" in Education, 1,1-19; Zuin, Antônio A. S. (2017) Cyberbullying contra professores: dilemas da autoridade dos educadores na era da concentração dispersa. São Paulo: Edições Loyola; Zuin, Antônio A. S. (2015) "Die neuen medien und der Veränderung der Beziehung zwischen Lehrer und Schüler." In: Gruschka, A. & Lastória, L. (Org.) Zur Lage der Bildung. Frankfurt am Main: Barbara Budrich, v.1, p. 165-181.

..........................................

SUMÁRIO:

PRÓLOGO - 7

PARTE I

1. TEMPO SEM VESTÍGIOS. TÉCNICA, ACELERAÇÃO E EXPERIÊNCIA - 13
Pablo López Álvarez

2. AUSCHWITZ, DE NOVO - 25
Rodrigo Duarte

3. A CULTURA DO MAL-ESTAR E A AUSTERIDADE - 39
Mateu Cabot

4. TÉCNICA, INTERCÂMBIO E MUNDO GERENCIADO. SOBRE AS POSSIBILIDADES DE EMANCIPAÇÃO SOCIAL EM ADORNO E SOHN-RETHEL - 49
Chaxiraxi Mª Escuela Cruz

5. A TRANSFORMAÇÃO TECNOLÓGICA DA AUDIO/VISUALIDADE ARTÍSTICA CONTEMPORÂNEA - 63
Pablo Frau Buron

6. A AUDIÇÃO ASSALTADA: O ASSÉDIO RUIDOSO À PRIVACIDADE E À SOLIDÃO - 77
Antonio Notario Ruiz

7. TECNOLOGIA COMO FORMA DE VIOLÊNCIA NA EDUCAÇÃO BÁSICA - 87
Bruno Pucci e Josianne Cerasoli

8. MEMÓRIA E RESISTÊNCIA: CULTURA, SUBDESENVOLVIMENTO E TERRORISMO DE ESTADO NO BRASIL - 105
Renato Franco

9. DIGITAL E JORNALISMO: CHOQUE MIDIÁTICO NA ERA DA (DES) INFORMAÇÃO - 125
Belarmino Cesar Guimarães da Costa

PARTE II

10. SOBRE A MEMÓRIA E O ESQUECIMENTO - 139
Antonio Aguilera Pedrosa

11. "TODA REIFICAÇÃO É UM ESQUECIMENTO" (TH. W. ADORNO): EXPERIÊNCIA, TÉCNICA E MEMÓRIA - 155
José A. Zamora Zaragoza

12. TECNOLOGIA, VIOLÊNCIA, MEMÓRIA OU REPETIÇÃO, TRAUMA, LEMBRANÇA - 169
Luiz A. Calmon Nabuco Lastória

13. ALÉM DO PRINCÍPIO DA REALIDADE? UM DIAGNÓSTICO SOBRE IMAGINAÇÃO, PODER E UTOPIA A PARTIR DE TRÊS NOTAS - 181
Jordi Maiso

14. (DES)MEMÓRIA E VIOLÊNCIA EM TEMPOS DE MÍDIA UBÍQUA - 193
Antônio A. S. Zuin

15. A FORMAÇÃO DA AUTONOMIA EM TEMPOS DE REIFICAÇÃO E ESQUECIMENTO: A CRÍTICA COMO MEMÓRIA EMANCIPATÓRIA - 207
Luiz Roberto Gomes

16. TECNOIMAGENS: SOBRE IDEOLOGIA E MEMÓRIA NA CULTURA DIGITAL - 233
Ari F. Maia

SOBRE OS AUTORES - 237

***

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Medida: Altura: 01cm, Largura: 16cm, Comprimento: 23cm
  • Páginas: 304 páginas

Aproveite também e

Compre Junto

Confira os produtos